D'propósito

1 de março de 2011

Verdade destilada

Você é melhor no campo dos desconhecidos, colega ou qualquer pouca relação que não ultrapasse encontros por acaso, do que aqui, comigo e ao meu lado.
Seu copo cheio é você vazia, razoável e em falta com sua personalidade, em falta com o respeito. Cada gole a mais é você em falta e falha. Fala e faz mais que uma dose, acaba mais fria que três pedrinhas de gelo. Você acaba, esgota, não se rende e não se completa. Um copo não completa uma vida, preenche uma noite.

Eu sou da boêmia, eu sou da alegria, brindo em todas as mesas possíveis e em uma delas eu te conheci, mas você é melhor e mais encantadora para desconhecidos, a intimidade é a ressaca da sua embriaguez. Não há parceria que suporte a volubilidade do gênio. E não há copo para se completar do que não é.

Um comentário:

Natália disse...

Nossa...essa doeu! rsrs

Beeeijo =*
Naty