D'propósito

2 de abril de 2009

Let's Get It On

Num modo simples de homenagear Marvin Gaye, que completaria hoje 70 anos se seu pai não o tivesse matado e nenhum imprevisto da vida atrapalhasse o cantor do soul ainda estaria entre nós, de corpo, alma e música. E se não ficou o corpo e a alma, ficaram as músicas e as imagens do astro que ontem completou 25 anos de sua morte.
Eu adoro Marvin Gaye e odeio o pai dele que o assassinou por não o aceitar como artista. Foi-se o artista e ficou a obra.


3 comentários:

Anônimo disse...

legal.

Letícia Ribeiro disse...

Adoro Marvin Gaye! Kinda of favorite music! (:

Anônimo disse...

Essa é a minha música preferida, mas preferida messssmo...rs, de todos os tempos. Mandou bem reverenciando o grande Marvin. Bj! Sall